Receba todas as novidades Vip's

Transformar a Educação!

Transformar a Educação!
Estamos Reinventando a Educação.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

A POLÊMICA MUDANÇA NO ENSINO MÉDIO!


No dia 23 de setembro, a edição especial do Diário Oficial  da União, publicou o texto da Medida Provisória que reformula o Ensino Médio no país! 

Texto que já sofreu inúmeras críticas, principalmente no que tange a não obrigatoriedade das disciplinas de Educação Física e Artes. Tanto que o MEC teve que divulgar nota, dar entrevista sobre este "mal entendido". 

A grande questão continua sendo o foco. A Formação integral do aluno. Mas qual o problema do Ensino Médio?

São varias respostas para esta mesma pergunta, sendo assim, darei meu ponto de vista. 
Para começar não temos uma base satisfatória, nem sólida na formação de nossas crianças, diversos estudos mostram que a curva de criatividade da criança vai caindo ao longo dos anos, e o sistema de ensino é um grande vilão nesta queda.

Outra questão crucial é que o modelo de ensino é tradicional e rígido. Em meu livro Desafio dos Professores em Sala de Aula.  comentamos um pouco sobre a cronologia da educação desde a colonização, e temos o mesmo modelo de sala de aula de 200 anos atrás. Isto não motiva os alunos, não faz com que o conteúdo seja atraente, e por causa da carreira do professor não existir, não atrai profissionais de alta performance para a classe docente.  

Se a MP passar, depois de um ano e meio, o aluno poderá fazer opção de matérias. Eu entendo que cada um de nós temos afinidades com conteúdos específicos, vejo isto com bons olhos, se fizer um diagnóstico e o aluno tiver um perfil de área de conhecimento, porque não fazer matérias dentro desta área? Porque obrigá-lo a estudar um conteúdo que não tem nada haver com ele. 

Concordo que matemática e português tem que ser comum a todos, e que as demais sejam de acordo com o perfil de cada um. Discordo de retirar matérias reflexivas, e muito mais artes, que corrobora com a criatividade, e educação física que auxilia no desenvolvimento e saúde do aluno. 

Polêmica do NOTÓRIO SABER! Esta discussão é longa, e terá diversos pontos de observação. Entendo que apenas uma formação curricular não seja suficiente para definir o melhor ou pior profissional para determinado serviço ou função. Quem nunca teve um doutor Phd como professor, mas que não dominava a didática e a transmissão de conteúdo. Minha própria experiência  diz sobre esta questão. 

Sou formado em Administração, sempre tive afinidade com matemática e física, em um processo seletivo para a Geekie, participei com várias pessoas formadas na área de matemática, mas como só o diploma não era o suficiente, conquistei a vaga pela dinâmica das minhas aulas e didática aplicada. Porém, entendo que é fundamental ter o conhecimento técnico para exercer a profissão, mas não determina o fato de apenas ter a formação, mesmo porque conseguir um diploma aqui no Brasil não é algo muito difícil.

Enfim, dizer que  vai melhorar o ensino no país é uma incógnita, a grande questão está na educação infantil e sim, após uma boa base educacional, utilizando todas as tecnologias e ferramentas do séc. XXI, utilizando experiências positivas do mundo todo, o ensino médio terá resultados satisfatórios, desde que os processos anteriores não sejam interrompidos.

Vamos mobilizar, vamos acompanhar, vamos opinar e então somar com o que realmente precisa ser feito! 

Eduardo Carolino 
Professor, Consultor e Palestrante
Em Educação e Empreendedorismo.  


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: